Menu


Corrente do Bem - Bibi Haut

Causa criada por Amanda Baratieri

  • R$252
    Ajudados de R$100.000
  • 3
    Doações
  • 0
    Seg restantes
0 %
O objetivo dessa causa foi atingido parcialmente.
Causa criada por Amanda Baratieri
1 causas, 0 contribuições
Corrente do Bem - Bibi Haut

Amigos, essa campanha tem como objetivo promover a Ação Entre Amigos, para que de alguma forma possamos auxiliar nas despesas decorrentes do tratamento que por hora passa nossa querida e amada Bibi.

Tudo começou em fevereiro de 2014, quando fomos ao médico para investigar uma dor no joelho da Beatriz, que na época tinha 14 anos. Após alguns exames foi nos comunicado que se tratava de um tumor maligno na tíbia da perna direita.

Fomos então guiados por um amigo médico a irmos pra São Paulo, por ser lá um centro de referência em tratamento oncológicos ósseo.

Lá chegando, fomos para uma consulta particular no Hospital de Beneficência Portuguesa que nos confirmou o diagnóstico.Explicamos então a nossa situação financeira e pedimos que nos auxiliasse. Ele nos encaminhou para o Hospital das Clínicas de São Paulo, onde um médico de sua equipe nos recebeu. Refizemos todos os exames e foi feita a biópsia, todos pelo SUS.

Depois de 20 dias fomos a São Paulo novamente para receber o resultado da biópsia, e uma bomba caiu sobre nós. Minha filha foi diagnosticada com Osteosarcoma na tíbia direita. O medo do incerto tomou conta, e tivemos que ser fortes para dar segurança pra nossa filha.

E foi assim que minha filha, em 29 de março comemorou os seus tão sonhados 15 ano. Recém diagnosticada com câncer ela ganhou de seus amigos uma modesta festa, pra amenizar um pouco seu sofrimento.

Ficou acertado então que seria melhor ela fazer as quimioterapias aqui em Florianópolis e só a parte cirúrgica seria feita em São Paulo.

Neste momento tive que parar de trabalhar para cuidar dela e dos meus outros dois filhos, que também estavam aprendendo a lidar com sentimentos tão intensos e diferentes. A situação financeira da minha família ficou delicada.

Poucos dias depois começaram as quimioterapias no CEPON, e minha flor ficou careca. Ela faz Química no IFSC, e fez questão de continuar a ir pra escola. Saía todos os dias de madrugada, pegava o ônibus e tentava levar sua vida o mais normal possível.

Em alguns meses fomos pra São Paulo novamente para ser feita a retirada da tíbia e a colocação de uma prótese interna. Tudo correu bem, mas a Beatriz entrou em uma forte depressão. Foram meses sofridos.

Como a prótese é diferente das que são colocadas aqui em Santa Catarina, a fisioterapia está sendo feita em uma clínica particular na Lagoa da Conceição.

Depois de 3 meses voltamos pra São Paulo pra verificar um processo alérgico na perna dela e outra bomba caiu sobre nós, a prótese havia sido infectada. O procedimento foi a retirada da prótese e a colocação de um espansor, que ali fica até o término total das quimioterapias. Aí então será feita nova cirurgia para colocação de outra prótese ou transplante ósseo.
Por enquanto ela fica proibida de colocar o pé no chão, utilizando muletas para se locomover.

E assim continuamos as intermináveis quimioterapias. E para auxiliá-la a se livrar da depressão vimos a necessidade de leva-la na escola, desta vez de carro por não poder correr riscos de queda. Ela já estava a quase 4 meses sem frequentar o ambiente escolar.
Tentamos junto a Secretaria de Educação um transporte que a levasse em segurança, mas não tivemos sucesso. Como moramos nos Ingleses e ela estuda no centro, a despesa é grande.

Minha filha tem uma restrita dieta alimentar, onde ela só pode se alimentar de alimentos vindos da terra, que não tenham passado por nenhum processo químico e que sejam orgânicos. Este tratamento é bem extenso.

Recebemos um auxilio considerável de pessoas pertencentes ao Centro Espírita que frequentamos, mas agora estamos observando que o tratamento é bem mais longo do que pensávamos e que não daremos conta sozinhos.

Fiz uma previsão de gastos até o provável término do tratamento, onde constam despesas com várias viagens pra São Paulo (já que ela fará novas cirurgias), alimentação, consultas, translado (fisioterapia, CEPON, psicóloga, escola) remédios, etc.

PREVISÃO DE GASTOS:
Passagens R$ 7.500,00
Despesas em viagens (comida, taxi, hotel, etc) R$ 10.000,00
Remédios R$ 36.000,00
Alimentação R$ 9.000,00
Consultas R$ 2.250.00
Fisioterapia R$ 10.320,00
Translado R$ 3000,00
Combustível pra escola R$ 4.000,00

Gestos de carinho, atenção e delicadeza fazem-nos perceber quanto algumas pessoas são especiais na forma de ser e como são bem-vindas as suas ações.

Muito obrigada!

(Larissa Haut)

Mais informações:
https://www.facebook.com/BeatrizHaut